Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

Desde março deste ano, os beneficiários do BPC/LOAS (Benefício de Prestação Continuada/Lei Orgânica de Assistência Social) têm acesso a linhas de crédito consignado, assim como os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). A medida é resultado da MP (Medida Provisória) 1.106, que possibilita aos segurados o empréstimo com pagamento indireto, com parcelas deduzidas diretamente do benefício.

Camila Bravo, supervisora de crédito da Creditlife Brasil, conta que, prestes a completar dez meses de aprovação, muitos beneficiários ainda têm dúvidas a respeito da MP e se perguntam como como o empréstimo consignado funciona, quem pode solicitá-lo e quais são os cuidados que o beneficiário deve tomar antes de fechar o contrato.

Para começar, Camila explica que, pela Lei Nº 8.742/93 e do Decreto 1.744/95, idosos e portadores de deficiência que comprovem não possuir meios de se sustentar ou de sustentar sua família têm direito a um salário mínimo mensal pelo BPC. Para ter direito ao benefício, o cidadão não precisa ter contribuído para a Previdência/INSS.

A seguir, ela comenta os principais pontos a respeito do empréstimo consignado para beneficiários do BPC/LOAS:

Margem de 40%

“Para contratar um empréstimo pela modalidade, o segurado deve ter margem de 40% da renda mensal para que o pagamento da parcela do empréstimo não comprometa o valor recebido do governo”, informa. 

Taxas máxima é estabelecida pelo governo

Camila destaca que o empréstimo consignado é uma modalidade de crédito com taxas menores do que outras. Ele segue um limite de juros estabelecido pelo governo. Em dezembro do último ano, a taxa máxima passou de 1,80% por mês para 2,14%.

Prazos da modalidade são estendidos

Além disso, prossegue, o prazo de pagamento também é mais estendido, podendo chegar até a 48 meses, dependendo da instituição financeira. 

Atenção à modalidade de crédito

Camila observa que é importante que o beneficiário do LOAS tenha cuidado e analise todos os pontos antes de finalizar o contrato, para ter certeza de que está solicitando o empréstimo consignado, e não o empréstimo pessoal. 

Onde buscar o empréstimo?

Segundo Camila, hoje praticamente todos os bancos autorizados pelo BC fazem esse tipo de empréstimo para beneficiários do LOAS. 

CET merece atenção

Segundo a supervisora de crédito da Creditlife Brasil, determinados pontos devem ser observados antes de finalizar o contrato do empréstimo consignado. O primeiro deles é o CET (Custo Efetivo Total) do empréstimo, além das taxas de juros e também da anuidade cobrada do cartão de crédito. 

Orçamento mensal deve ser analisado

“Todas as dúvidas devem ser tiradas antes mesmo de solicitar o empréstimo, bem como observar como será o parcelamento, as taxas e se o valor cobrado a cada mês não vai comprometer o seu orçamento”, explica Camila. 

Como solicitar o empréstimo? 

A supervisora explica que para solicitar o empréstimo consignado, o beneficiário LOAS deve buscar instituições financeiras que atuam com a modalidade. Nesse ponto, é necessário redobrar a atenção para não cair em golpes e tratar apenas com empresas sérias.

Beneficiário pode investir com o valor do empréstimo

Para concluir, Camila conta que, entre outros fins, o empréstimo para beneficiários do LOAS/LOAS pode ser utilizado para investimentos que podem gerar renda. “Os beneficiários podem fazer investimentos como poupança, renda fixa, tesouro direto, previdência privada e, até mesmo, operar na B3 (Bolsa de Valores brasileira)”, conclui.

Para mais informações, basta acessar: https://creditlifebrasil.com.br/

Compartilhe.

Comments are closed.