Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

Um novo relatório da OMS (Organização Mundial de Saúde) revelou que 3,5 bilhões de pessoas em todo o mundo (45% da população mundial) sofrem com doenças bucais.  Ainda segundo o panorama, que reúne dados de 194 países, houve um aumento de 1 bilhão de casos nos últimos 30 anos.

Em um comunicado à imprensa mundial, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus destacou que “a saúde bucal tem sido negligenciada na saúde global, embora medidas de prevenção de baixo custo possam evitar muitos dos problemas”.

Cláudia Starling, responsável por uma clínica que presta serviços de saúde, harmonização facial e estética facial e bucal, explica que, entre as principais doenças bucais que podem acometer uma pessoa, as mais comuns são cárie, afta, herpes labial e gengivite. A especialista destaca cada um dos males nos tópicos a seguir:

Cárie 

Segundo a OMS,  a cárie dentária não tratada é a doença mais comum e afeta cerca de 2,5 bilhões de pessoas em todo o mundo. Starling explica que a cárie é uma doença infecciosa e crônica que ocasiona a destruição gradativa dos tecidos dentários.

“A cárie pode ser diagnosticada clinicamente em seus estágios iniciais, como lesões em esmalte, ou em estágios mais tardios, como cavitação em dentina ou necrose da polpa dentária, órgão onde se localizam terminações nervosas e capilares”, explica.

Aftas

Segundo a especialista, algumas possíveis causas para o aparecimento das aftas podem ser alimentos mais condimentados e frutas cítricas e ácidas.

“Além disso, stress, mudanças hormonais nos ciclos da mulher, traumas mecânicos por pontas pontiagudas e escovas dentais podem causar o problema, assim como queimaduras por alimentos sólidos ou líquidos, predisposição genética familiar e refluxos”, diz ela.

Herpes

De acordo com Starling, a herpes labial é causada pelo vírus herpes simplex. Esse vírus é comum e sua transmissão de pessoa para pessoa é relativamente fácil. No entanto, nem todo mundo que possui o vírus em seu organismo vai apresentar a herpes labial.

Gengivite 

Segundo o relatório da OMS, a gengivite grave é uma das principais causas de perda total de dentes e afeta cerca de 1 bilhão de pessoas.

A especialista afirma que a gengivite é uma inflamação da gengiva, sendo que o estágio inicial da doença é a mais fácil de ser tratada: “A causa direta da gengivite é a placa, uma película viscosa e incolor de bactérias que se forma, de maneira constante, nos dentes e na gengiva”.

Qual a relação das doenças com a falta de higiene bucal?

Starling explica que as bactérias presentes na boca podem causar cárie, vírus, gengivite e outras infecções bucais comuns em crianças e adultos. “Algumas dessas infecções são evitáveis com boa higiene bucal e muitas duram apenas alguns dias, especialmente aquelas comuns na infância”, diz. “Outras, no entanto, são mais avançadas e podem durar muito mais tempo. Sendo assim o mais indicado é procurar ajuda de um dentista profissional”.

Para concluir, a especialista destaca que há uma série de cuidados a serem tomados para evitar a incidência de doenças bucais, como cárie, afta, herpes labial e gengivite. “O mais indicado é manter uma rotina de higiene adequada, realizando a escovação dos dentes após cada refeição e com o uso de fio dental no mínimo uma vez ao dia. De preferência, com creme dental com flúor e enxaguante sem álcool”.

Para mais informações, basta acessar: https://draclaudiastarling.com.br/

Compartilhe.

Comments are closed.