– Água Boa: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Araguaiana: liberação total e também foram liberados todos os tipos de evento;

– Araputanga: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Aripuanã: liberação total;

– Barra do Garças: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Campo Novo do Parecis: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara e para ir às unidades de saúde o equipamento também é obrigatório;

– Canarana: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Carlinda: liberação total;

– Castanheira: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Chapada dos Guimarães: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Colniza: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

Christiano Antonucci/Secom

– Comodoro: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Confresa: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Curvelândia: liberação total;

– Diamantino: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Feliz Natal: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Itanhangá: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara. O acesso às unidades de saúde, farmácias e laboratórios está condicionado ao uso de máscara;

– Juara: liberação total;

– Lucas do Rio Verde: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Matupá: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Nova Brasilândia: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Nova Xavantina: pessoas com sintomas gripais e que forem às unidades de saúde têm que usar máscara. Também é recomendado (não obrigatório) o uso de máscara em ambientes com muitas pessoas;

– Santa Rita do Trivelato: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Santa Terezinha: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Santo Antônio de Leverger: liberação total;

– São Pedro da Cipa: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara;

– Sinop: liberação total;

– Tangará da Serra: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara e para ir às unidades de saúde o equipamento também é obrigatório;

– Terra Nova do Norte: liberação total;

– Vila Bela da Santíssima Trindade: pessoas com sintomas gripais têm que usar máscara.

Segundo a jornalista Thalyta Amaral do site Gazeta Digital; “Esses foram os 30 municípios que decidiram seguir o decreto estadual e uso do equipamento deixou de ser obrigatório, após o governador Mauro Mendes (União) liberar a população de usar a máscara durante a pandemia da covid-19. Apesar da liberação ser estadual, cada prefeitura deve editar decreto para liberar no município.

Entre os decretos, 6 municípios não fazem qualquer tipo de restrição ou situação que ainda seja necessário usar máscara: Araguaiana (563 km a leste de Cuiabá), Aripuanã (1.002 km a noroeste), Sinop (500 km ao norte), Terra Nova do Norte (675 km ao norte), Carlinda (762 km ao norte), Santo Antônio de Leverger (34 km ao sul) e Juara (709 km a médio-norte).

Outras 4 prefeituras ainda obrigam a usar a máscara ao procurar atendimento médico nas unidades de saúde: Nova Xavantina (645 km a leste), Tangará da Serra (239 km a médio-norte), Campo Novo do Parecis (396 km a noroeste) e Itanhangá (150 km ao norte).

Nas demais cidades o uso de máscara ainda é obrigatório no caso de sintomas gripais ou diagnóstico de covid-19. No entanto, os decretos não falam quem irá fiscalizar esses casos.

Permanecem com a obrigatoriedade do uso de máscara em locais fechados Cuiabá e Várzea Grande. Na Capital o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que a medida pode ser revista, mas o item continua obrigatório.

Em Várzea Grande, o secretário de Saúde, Gonçalo de Barros, defende o uso da máscara, que, segundo ele, só pode ser retirada quando 70% da população estiver com as duas doses da vacina contra a covid-19.

Outra que manteve as medidas mais rígidas é a prefeita de Alto Taquari (479 km ao sul), Marilda Sperandio (DEM). Em decreto do dia 7 de março, a gestora mantém a situação de emergência por causa da pandemia, além de impor limite de lotação para estabelecimentos e eventos, assim como enfatizar a obrigatoriedade da “utilização correta da máscara facial”.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.