Brasília 10/5/2021 – Até setembro, a cidade de Brasília ganhará mais de 140 contêineres subterrâneos do modelo Koncept, produzidos no Brasil pela empresa Sotkon.

Sistema utilizado em mais de 30 países da Europa e Ásia contribui também para melhoria da mobilidade urbana.

Até setembro, a cidade de Brasília ganhará mais de 140 contêineres subterrâneos do modelo Koncept, produzidos no Brasil pela empresa Sotkon. O projeto da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), visa à modernização do sistema de coleta da capital federal.

As obras foram iniciadas em março, no Setor Noroeste Habitacional. Até o momento foram instaladas duas ilhas ecológicas, formadas por pares ou mais unidades de contêineres de três metros cúbicos.  

A mudança é um avanço significativo para a mobilidade da região, com reflexos perceptíveis na melhoria do trânsito causada pela retirada dos antigos contêineres de superfície, que ficavam no meio das nas ruas e em vagas de estacionamento. 

“As lixeiras se adaptam ao ambiente sem causar grande impacto, se integrando a paisagem. Elas precisam de pouco espaço, já que ficam sob a superfície. Após a realização de estudos de interferências subterrâneas identificamos os locais viáveis para instalação do sistema. Até novembro o sistema subterrâneo de armazenamento e separação dos resíduos começará a funcionar, substituindo os ultrapassados contêineres plásticos e metálicos”, informou o gerente executivo da Sotkon Brasil, Thiago Sampaio.

Além de melhorias no tráfego urbano, ocasionado pelo melhor aproveitamento do espaço, as lixeiras subterrâneas irão auxiliar também no planejamento operacional da coleta seletiva, que poderá ser feita em menor frequência pelo Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (SLU). Isto devido à maior capacidade de armazenagem das lixeiras.

Segundo o presidente da Associação de Moradores do Noroeste, Antonio Custódio Neto, a instalação das lixeiras é um projeto aguardado há anos pelos moradores. “Lutamos muito pela implantação das coletoras subterrâneas. É uma solução que resolve o problema de contêineres no bairro. Tudo agora ficará enterrado e apenas uma lixeira de inox estará exposta para o recebimento dos resíduos permitindo que o SLU faça a coleta”, declarou Neto.

Entre os principais benefícios dos contêineres subterrâneos estão a cuba de concreto 100% estanque, que garante que não haja qualquer tipo de vazamento ou contato dos resíduos com o lençol freático. Eles evitam também o contato com animais e insetos, além de excluir a possibilidade de que os resíduos descartados se espalhem pelas vias em períodos chuvosos, prevenindo enchentes e entupimentos de redes pluviais.

Segundo o especialista da Sotkon é menos odor e mais higiene, a conservação do espaço urbano de forma mais limpa e sustentável, pois está de acordo com diretrizes ambientais mais modernas.

Mesmo sem estar em operação os benefícios são tantos que, juntas, as empresas avaliam uma possível ampliação da parceria. “Existe a possibilidade de ampliar em até 25% o número de contêineres no setor Noroeste e, também, de expandirmos para outros bairros planejados de Brasília, como o setor Sudoeste, Lago Sul, Lago Norte e Octogonal”, explicou o gerente executivo da Sotkon Brasil, Thiago Sampaio.

Além das 148 unidades em parceria com a Terracap, a Sotkon Brasil entregou outros 19 contêineres, de maior volume, com cinco metros cúbicos, nas cidades satélites Samambaia, Taguatinga, Brazlândia e Ceilândia, operados pela empresa Sustentare Saneamento.

Website: https://www.instagram.com/sotkonbrasil/

Deixe um comentário

Deixe uma resposta